Como a Telemedicina pode auxiliar em laudos de PCMSO e o PPRA

PCMSO e PPRA e Telemedicina

Todas as empresas devem garantir o bem-estar de seus funcionários, visto que a saúde está totalmente ligada à disposição para realizar suas tarefas diárias.

Por isso, as companhias que contratam funcionários devem elaborar e implementar tanto o PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde) quanto o PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais). Mas muitos possuem dúvidas e não sabem o que são essas siglas, e como elas são de extrema importância para a saúde ocupacional.

Através dessa informação, é necessário explicar o que é o PCMSO e o PPRA, porque são importantes e como a Telemedicina pode auxiliar na emissão dos laudos. Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas!

O que é PCMSO?

O Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional é uma iniciativa dentro de empresas que tem como objetivo prevenir através de diagnósticos precoces, os agentes que possam causar danos à saúde dos seus funcionários.

Está pautado e previsto na Norma Regulamentadora N° 7 do Ministério do Trabalho, e sendo assim, as empresas devem  adequar suas funções laborais para atender às normas, e garantir a saúde dos trabalhadores.

Dentre as principais finalidades da prevenção, tem como finalidade relacionar os possíveis riscos ocupacionais à saúde dos empregados e propor solução para elas; acompanhar situações clínicas dos que se envolveram em acidentes em período de expediente, e proporcionar uma qualidade de trabalho.

Em geral, os exames que estão nesse programa estão:

  • Exame Admissional;
  • Exame periódico anual;
  • Exame periódico a cada 2 anos;
  • Exame de retorno ao trabalho;
  • Exame de mudança de função;
  • Exame demissional.


O que é PPRA?

O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais tem como objetivo preservar a segurança e integridade dos trabalhadores, antecipando e avaliando os riscos ambientais que possam ser existentes ou que venham a existir em um ambiente de trabalho. Também sendo obrigatória para todos os empregadores que contratam trabalhadores.

Os seus critérios de implementação e elaboração estão previstos na Norma Reguladora N°9 do Ministério do Trabalho, e deve ser desenvolvido conforme os riscos e responsabilidades de empregadores, mas é essencial ser desenvolvido em parceria com os trabalhadores. Em regra, deve ser elaborado, implementado, acompanhado e avaliado por um médico do trabalho, ou um engenheiro/técnico de segurança.

O PPRA considera como riscos ambientais todos os agentes físicos, químicos e biológicos que dependendo do seu tempo de exposição, concentração e intensidade, podem causar danos à saúde dos trabalhadores.

Diferenças entre PCMSO e PPRA

O PPRA e o PCMSO são aliados, porém, possuem diferenças entre si. Visto que o PPRA tem como objetivo levantar os riscos que são apresentados no ambiente de trabalho, e sugerir quais medidas de controle e proteção para as circunstâncias. Atua com foco na prevenção de prováveis problemas de ordem ambiental, dentro do ambiente laboral.

Porém, quando esses riscos não são extintos, cabe ao PCMSO realizar o monitoramento ativo, pois ele previne e promove ações para rastrear e diagnosticar possíveis agravos para a saúde dos funcionários. São independentes e funcionam em paralelo, mas sem a implementação do PPRA na empresa, não há como o PCMSO atuar com toda a sua força.

Importante ressaltar que ambos não são apenas documentos a serem arquivados, mas são programas cujas ações devem ser mantidas constantemente e sempre atualizadas pela empresa quando necessário.

Como a telemedicina melhora os resultados da saúde ocupacional?

Realizar os exames de PCMSO e PPRA são de extrema importância para o bem-estar da empresa e dos funcionários. Mas tão importante quanto, é necessário contar com laudos de qualidade.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) determina que no Brasil, os exames sejam laudados por especialistas, e que nem sempre podem estar disponíveis em tempo integral nas unidades de saúde. Podendo assim, haver uma dificuldade de atender toda a demanda e de acessar profissionais capacitados.

Por isso, a telemedicina e os laudos à distância são grandes aliados, pois oferecem laudos produzidos por especialistas, e assinados de maneira digital.

Dentre os exames que podem ser laudados online estão o eletrocardiograma, e eletroencefalograma, raio x, e espirometria. Todos com total qualidade e segurança de informações.

Conclusão


Conforme descrito acima, ambas as siglas estão relacionadas a programas que possuem como objetivo preservar a saúde do trabalhador. E a telemedicina pode ser uma grande aliada para ampliar a oferta de exames da sua clínica de maneira rápida e confiável, e podendo atender todos os clientes.

Através do avanço da tecnologia, a telemedicina traz mais qualidade ao atendimento aos pacientes, e autonomia aos exames. Entre em contato com a nossa equipe e saiba tudo sobre os nossos laudos à distância.