Laudo Remoto – A novidade na Telemedicina

laudo remoto

A criação das plataformas digitais permitiu que muitas profissões atuem de forma remota. Desde o início dos anos 1990 até os dias de hoje, há novas formas de comunicação remota. Nesse sentido, a área da saúde vem implementando cada vez mais o uso da telemedicina.

Durante a pandemia de Covid-19, por exemplo, muitas clínicas e consultórios médicos se valeram do da telemedicina para realizar exames e consultas. O laudo remoto, portanto, permitiu que fosse feito o diagnóstico e prevenção de doenças mesmo durante o isolamento social.

No entanto, para além dos tempos de pandemia, o laudo remoto é uma modalidade da telemedicina que veio para ficar. Além de oferecer atendimento com mais conforto, a telemedicina também auxilia na redução de custos e o acesso a um número maior de pacientes.

Dessa forma, no artigo de hoje do Blog Telecárdio vamos falar sobre como o laudo remoto pode ser utilizado por clínicas, hospitais e consultórios para melhorar o atendimento e otimizar os serviços oferecidos.

Como funciona o laudo remoto

A emissão do laudo remoto pode ser feita de diferentes formas. Mas em todos os casos há uma central que recebe as informações dos equipamentos do exame. O paciente é avaliado em casa, através de aparelhos em comodato, que são conectados via wi-fi e transmitem os dados para a central de laudos.

Sendo assim, o especialista que avalia o exame tem condições de formular o laudo e emiti-lo em poucas horas. A depender do tipo de exame, é possível que o resultado esteja pronto assim que o exame terminar.

Entre alguns benefícios que a telemedicina oferece com o laudo remoto, pode-se mencionar a redução de custos com equipamentos e capital humano Isso porque estes recursos são responsabilidade da empresa terceirizada, como veremos nos tópicos a seguir.


Quais exames podem ter laudo remoto

Existem algumas especialidades em que a telemedicina se aprimorou mais rapidamente ao longo dos anos. No caso do laudo remoto, por exemplo, a tendência seguiu para os exames neurológicos e cardiovasculares.

Dessa forma, exames como o eletrocardiograma e o teste ergométrico estão entre aqueles que mais utilizam o laudo à distância. Isso também se deve à facilidade de realizar o procedimento, desde os aparelhos até a necessidade de equipe de apoio, como enfermeiros.

Além do ECG e o exame de esteira, outro laudo remoto bastante comum é o holter, que registra os batimentos cardíacos do paciente por 24 horas. Sendo assim, a telemedicina auxilia o paciente a ter mais conforto para realizar o exame e tira da clínica a necessidade de oferecer estrutura física durante esse tempo.

No mais, veja a seguir alguns dos exames que podem receber o laudo médico à distância:

  • Eletrocardiograma (ECG);
  • Eletroencefalograma (EEG);
  • Espirometria;
  • Holter;
  • Mapa;
  • Acuidade Visual;
  • Polissonografia;
  • Teste Ergométrico;
  • Eletroencefalograma com Mapeamento Cerebral.

Vantagens do laudo médico remoto

Assim como falamos nos itens acima, o baixo custo dos equipamentos e equipe profissional são duas vantagens importantes para quem adota o laudo remoto. No entanto, é possível mencionar outros benefícios que devem ser levados em conta pela clínica.

Em um momento onde os exames preventivos e análises médicas têm cada vez mais procura, é interessante aumentar a capacidade de atendimento do consultório. Portanto, com a emissão de laudo terceirizado é possível atender mais pacientes ao mesmo tempo.

Além disso, em cidades descentralizadas é comum que não tenham profissionais qualificados para emitir laudo remoto. Com isso, a terceirização dos laudos pode também suprir essa carência.

Redução de custos

Apesar da telemedicina ter permitido a continuidade das atividades médicas, muitas clínicas viram as receitas cair. Então a redução de custos precisou ser feita de forma inteligente, a fim de manter a qualidade dos serviços.

Com isso, o laudo remoto é uma opção que elimina despesas com a compra de equipamentos, uma vez que seja feita a escolha pelo comodato. Além disso, custos administrativos também são reduzidos, uma vez que o paciente não precisa utilizar o espaço da clínica.

Agilidade na emissão de laudos

Na medicina do trabalho, por exemplo, um exame para admissão ou demissão de funcionários requer agilidade, para dar andamento aos trâmites burocráticos. 

Dessa maneira, é interessante para clínicas que atuam nesse ramo oferecer o resultado do exame com agilidade. Com o laudo remoto é possível fazer a avaliação de diversos profissionais e garantir a emissão do laudo em pouco tempo.

Laudos com maior qualidade

Para analisar os dados de um exame à distância é preciso contar com profissionais técnicos, que façam a leitura correta das informações. No entanto, é comum que algumas clínicas não tenham estes profissionais, devido ao custo e volume das demandas.

Então a opção mais acessível para emitir laudo remoto com alta qualidade é terceirizar o serviço, contratando uma empresa especialista no assunto.

Na Telecárdio sua clínica, hospital ou consultório encontra o suporte necessário para implementar a telemedicina, desde os aparelhos em comodato até a realização de exames e emissão de laudos. Entre em contato agora mesmo e confira os nossos serviços.