Por que devo implementar laudo a distância no consultório

Laudo a distância

O laudo a distância é uma realidade que está em crescimento e traz melhorias ao trabalho de profissionais de saúde, os pacientes ficam mais satisfeitos ao serem atendidos com rapidez e conforto.

Implantar sistemas sob medida na área de saúde traz muitos benefícios não só para a instituição, mas para colaboradores, médicos e pacientes.

A liberação da telemedicina para atendimento pré-clínico, de suporte assistencial, de consulta, monitoramento e diagnóstico durante o combate da pandemia no país é uma novidade. Isso fez com que diversas plataformas disponibilizassem o serviço em pouco tempo. 

Desse modo, é comum que muitos profissionais se deparam com dúvidas a respeito do tema, ao se tratar de uma tecnologia recente no cenário brasileiro da saúde: como saber se o laudo a distancia é seguro para os atendimentos? É necessário infraestrutura? E a qualidade do atendimento? Como implementar esse recurso?

Como implementar o laudo a distancia:

1. Avaliar o mercado

O primeiro passo antes de implementar um sistema de telemedicina é fazer uma avaliação honesta das capacidades dos profissionais e das necessidades da comunidade.

Sobretudo, pode-se inclusive, convidar a comunidade para participar de eventos e descobrir quais os tipos de serviços de saúde são mais necessários. Além desta comunicação direta, as instituições de saúde podem analisar dados para avaliar as necessidades dos pacientes.

2. Alinhar os objetivos com a missão da organização

Este alinhamento ajudará os líderes do estabelecimento de saúde a desenvolver um programa de telemedicina estrategicamente importante para a organização trabalhar a fim de poder alcançar os objetivos globais do hospital.

No entanto, durante o processo de implementação questões podem surgir, como: criar e organizar um calendário é necessário para as fases principais do projeto, levar em conta as exigências, instalação de equipamentos, testes, capacitação de pessoal clínico e administrativo.

3. Treinar colaboradores

O treinamento é um item chave para um programa de telemedicina de sucesso. Embora o laudo a distancia não seja algo difícil de implementar, não elimina a necessidade de treinamento.

Cada profissional deve passar por um programa prático para aprender a utilizar as ferramentas necessárias. Isso permite que fiquem mais confortáveis com componentes de áudio e vídeo, e possam discutir quaisquer questões.

A telemedicina pode beneficiar todas as àreas médicas? 

Certamente todas as especialidades médicas podem fazer o uso da tecnologia para realizar atendimentos de diagnóstico à distância, mencionados anteriormente. 

Ainda, é importante reforçar que o paciente precisa aceitar de forma clara, a opção de atendimento à distância. Para isso, deve se informar e documentar antes do inicio do atendimento, sobre a plataforma utilizada e seu funcionamento.

A segurança da telemedicina 

A segurança do software médico é assunto que levanta muitas questões e, com isso, geralmente há informações desencontradas sobre o tema. 

Todas as informações do paciente e do atendimento devem ser documentadas e protegidas de forma correta. Portanto, assinar e guardar o documento, salvando-o em PDF, com assinatura digital emitida por órgão que segue o padrão ICP-Brasil, é o que vai garantir a segurança do procedimento no prontuário eletrônico. 

Embora não seja a conduta mais recomendada, a maior parte das clínicas e consultórios que utilizam prontuário eletrônico salvam as informações em nuvem, protegidas por login e senha. Portanto, é importante que o sistema tenha um nível de segurança bancário, com criptografia e protocolo HTTPS.

Apesar de todas as vantagens da telemedicina, não é aconselhável a implementação desses sistemas sem o devido acompanhamento de profissionais experientes, pois pode ser fatal para as empresas de saúde. Por isso, é necessário a uma empresa como a Telecárdio, especializada e consolidada no mercado.


× Como posso te ajudar?